Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Diretrizes para Autores

A Revista Saúde Coletiva tem por objetivo a divulgação de assuntos na área de Saúde Coletiva, colaborando, assim, com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais. Para o envio para apreciação do conselho científico com possível publicação posterior na Revista Saúde Coletiva, o trabalho deverá atender às seguintes normas:

Os artigos devem ser enviados através da plataforma de submissão, acompanhados de solicitação para publicação e de termo de cessão de direitos autorais assinados pelos autores. Um dos autores deve ser profissional de enfermagem. Será cobrado após aprovação do estudo um valor de R$880,00 por artigo publicado.
A Revista Saúde Coletiva aceita artigos inéditos e originais, condena o plágio e autoplágio. Aceita artigos escritos no idioma português, os quais devem ser destinados exclusivamente para a Revista Saúde Coletiva, não sendo permitida sua apresentação simultânea a outro periódico, seja parcial ou integralmente. Os autores devem checar se os descritores utilizados no artigo constam no DeCS (Descritores em Ciências da Saúde).
Juntamente com o manuscrito, o(s) autor(res) deverá(rão) enviar declaração referente a responsabilidade de conteúdo, Termo de transferência de direitos autorais e a declaração de conflitos de interesse. O autor de correspondência deverá anexar os documentos juntamente com o artigo no passo de transferência de documentos.
Os trabalhos publicados terão seus direitos autorais resguardados pela Editora MPM Comunicação LTDA. e só poderão ser reproduzidos com autorização desta.
Os trabalhos deverão preservar a confidencialidade, respeitar os princípios éticos da pesquisa e trazer a aceitação do Comitê de Ética em Pesquisa (Resolução CNS –466/12), quando se tratar de pesquisa com seres humanos.
O conteúdo dos artigos é de exclusiva responsabilidade do(s) autor(es).
Ao primeiro autor do artigo serão enviados dois exemplares desta revista.
Caso os autores possuam fotos que possam ilustrar o artigo, a Revista Saúde Coletiva agradece a colaboração, esclarecendo que as mesmas serão devolvidas após a publicação.
Os trabalhos, bem como qualquer correspondência, deverão ser enviados para: REVISTA SAÚDE COLETIVA – A/C DO CONSELHO CIENTÍFICO, Av. Dr. Yojiro Takaoka, 4384, Sala 705, Conjunto 5209 – Alphaville – Santana do Parnaíba - CEP: 06541-038.


1. Processo de Avaliação

Para avaliação do manuscrito, será necessário passar por algumas fases que envolvem o corpo técnico, a Editora Científica (EC) e Pareceristas Ad Hoc.
Para julgamento do mérito do manuscrito durante o processo de julgamento, o anonimato dos autores será garantido entre os revisores e pareceristas.
Na primeira fase, a análise inicial passará pela Secretaria da Revista Saúde Coletiva verificando se as normas estabelecidas nas instruções aos autores foram cumpridas. Caso essas normas estejam fora do padrão, serão devolvidos os manuscritos aos autores para as devidas correções.
Uma vez o artigo adequado, este será encaminhado para a Editora Científica. O manuscrito avaliado será encaminhado para dois pareceristas – avaliação cega.
Os pareceristas fazem o julgamento do manuscrito, havendo discordância entre os dois primeiros, então será enviado a um terceiro parecerista.
Caberá à redação julgar o excesso de ilustrações, suprimindo as redundantes. A ela caberá também a adaptação dos títulos e subtítulos dos trabalhos, bem como o copidesque do texto, com a finalidade de uniformizar a produção editorial.
O Conselho Científico pode efetuar eventuais correções que julgar necessárias, sem, no entanto, alterar o conteúdo do artigo.
Após tomar conhecimento dos pareceres, a coordenação científica conduzirá a decisão: aceite, aceite após revisão e recusa.
Caso o artigo seja aceito, um dos autores deverá fazer a assinatura da RFE. Ainda, deverá submeter seu manuscrito a revisores das línguas portuguesa, inglesa e espanhola (da sua preferência) e enviar, em anexo, uma declaração desses revisores para o e-mail: artigo@mpmcomunicacao.com.br.
Caso seja recusado, será devolvido ao autor indicado, acompanhado de justificativa do Conselho Científico.

2. Serão Aceitos Trabalhos para as Seguintes Categorias:

2.1. Artigo de Revisão de Literatura: Revisão crítica e rigorosa da literatura sobre temas pertinentes à saúde.

2.2. Artigos Originais: resultado de pesquisa de natureza empírica, experimental, com metodologia rigorosa, clara, discussão aprofundada e interface com a literatura nacional e internacional.

2.3. Relato de Experiência Profissional: Experiências de profissionais na área de saúde que podem auxiliar outros profissionais nas tomadas de decisões em patologias específicas.

3. Estrutura e Preparação dos Manuscritos

3.1 Idioma: Artigo na língua portuguesa com título e resumos em português, inglês e espanhol.
3.2 Estruturação: O estudo deve ter no máximo 15 páginas de texto. Estruturado com folha de rosto, resumos (português, abstract e resumen), introdução, métodos, resultados, discussão, conclusão e referências. O título deve ser apresentado em português, inglês e espanhol e o artigo deve ter até 19 mil caracteres com espaços, ilustrações, diagramas, gráficos, esquemas, referências bibliográficas e anexos. Os originais deverão ser encaminhados em formato Word para artigo@mpmcomunicacao.com.br e aguardar retorno por e-mail.
Cada estudo pode ter até 06 (seis) autores. Não será permitida a inclusão no texto de nomes comerciais de quaisquer produtos. Quando necessário, citar apenas a denominação química ou a designação científica.


4.3 Formatação:

4.3.1. Folha de Rosto: Todos os manuscritos devem ser encaminhados com uma página de rosto, constituído por Título Completo em Negrito (nos idiomas em Português, Inglês e Espanhol), logo abaixo do título, nome dos autores separados por ponto e vírgula.
4.3.2. Resumos: Nos idiomas Português, Inglês (abstract) e Espanhol (Resumen). Estruturado em parágrafo único, espaçamento entre linhas de 1,0, contendo objetivo, método, resultados e conclusão.
4.3.3. Descritores: três a seis descritores que identifiquem a temática, acompanhando os idiomas português (descritores), inglês (descriptors) e espanhol (descriptores), extraídos do vocabulário DeCs (Descritores em Ciências da Saúde), elaborado pela BIREME. Disponível em: http://decs.bvs.br)
4.3.4. Introdução, métodos, resultados, discussão e conclusões: Numeração arábica e sequenciado e no canto superior direito.
4.3.4.a) Corpo do Manuscrito: deve ser apresentado em folha A4, margem superior de 3 cm, margem inferior e margens laterais de 2 cm. O texto deve ter espaço de entrelinhas de 1,5 cm, fonte Arial, tamanho 12.
Evitar siglas e abreviaturas. Caso necessário, deverão ser precedidas, na primeira vez, do nome por extenso. Solicitamos destacar frases ou pontos-chave.
Explicitar os uni termos. Conter, no fim, o endereço completo do(s) autor(es),
e-mail e telefone(s) e, no rodapé, a função que exerce(m), a instituição a que pertence(m), títulos e formação profissional.

4.3.5 Colaboradores
Segundo o International Committee of Medical Journal Editors (www.icmje.org) os colaboradores são aqueles que se encaixam nas seguintes características, onde estas devem ser integralmente atendidas:
a) Redação do artigo ou revisão crítica relevante do conteúdo intelectual;
b) Concepção e projeto ou análise e interpretação de dados;
c) Aprovação final da versão a ser publicada

4.3.6. Referências: devem estar listadas ao final do manuscrito, em ordem numérica, de acordo com os requisitos uniformes para manuscritos apresentados à revistas médicas elaborado pelo Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas (Estilo Vancouver). Os números arábicos devem ser sobrescritos no texto, de forma consecutiva, de acordo com a ordem em que aparecem os autores e listadas ao final do artigo nas referências.

4.3.7. Ilustrações

Serão aceitos gráficos, tabelas, fotografias e fluxogramas, totalizando 06 ilustrações, que devem ser inseridos no corpo do texto, com exceção das fotografias. As nomenclaturas das Ilustrações devem vir antes das mesmas, no canto superior direito justificado, numeradas sequencialmente à medida que aparecem no texto. (numeração arábica).
As fotografias devem vir em alta resolução (no mínimo 300 dpis e 1MB.) encaminhadas em arquivo separado para o e-mail: artigo@mpmcomunicacao.com.br. Indicar no corpo do Texto onde a figura deve ser inserida. Exemplo: <Inserir Figura 1>


5. ALGUNS EXEMPLOS DE REFERÊNCIAS CONFORME O TIPO DE DOCUMENTO

5.1. Artigo
Toniollo CL, Bertolin TE. Úlcera venosa crônica: um relato de caso. Revista Feridas. 2013;1(3):21-24.

5.2. Artigo com mais de 6 autores (citar os 6 primeiros seguidos de et al)
Ortiz RT, Sposeto RB, Santos ALG, Sakaki MH, Corsato MA, Munhoz ALL, et all. A úlcera plantar neuropática no pé diabético. Revista Feridas. 2013;1(3):25-31.

5.3 Artigo com múltiplas organizações como autor
American Diabetic Association; Dietitians of Canadá;Position of The American Diabetic Association and Dietitians of Canadá: nutrition and women’s health. J Am Diet Assoc. 2004;104(6):984-1001.

5.4. Artigo sem indicação de autoria
Pelvic floor exercice can reduce stress incontinence. Health News. 2005;11(4):11.

5.5. Cartazes e Papers apresentados em conferências
Chasman J, Kaplan RF. The effects of occupation on preserved cognitive functioning in dementia. Poster session presented at:Excellence in clinical practice. 4th Annual Conference of the American Academy of Clinical Neuropsychology; 2006 Jun 15-17; Philadelphia, PA.

5.6. Artigos em formato eletrônico
Lavery LA, Armstrong DG, Wunderlich RP, Mohler MJ, Wendel CS, Lipsky BA. Risck Factors for foot infections in individuals with diabetes.Diabetes Care[serial on Internet]. 2006jun [cited 2015 mar 4];29(6):1288-93. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16732010.


5.7. Livros
Auguras M. O ser da compreensão: fenomenologia da situação de psicodiagnóstico. 3º ed. Petrópolis: Vozes; 1986.

5.8. Capítulo de Livro
Israel HA. Synovial fluid analysis. In: Merril RG, editor. Disorders of the temporomandibular joint I: diagnosis and arthroscopy. Philadelphia: Saunders; 1989. p. 85-92.

5.9. Livros/Monografias em CD- ROOM
CDI, clinical dermatology illustrated [monograph on CD-ROM], Reeves JRT, Maibach H. CMEA Multimedia Group, producers. 2 nd ed. Version 2.0. San Diego: CMEA; 1995.

5.10. Suplemento de Volume
Payne DK, Sullivan MD, Massie MJ. Women´s psychological reactions to breast cancer. Semin Oncol. 1996;23(1 Suppl 2):89-97.

5.11. Anais de Congressos, Conferências Congêneres
Anais de congressos, conferências congêneres
Damante JH, Lara VS, Ferreira Jr O, Giglio FPM. Valor das informações clínicas e radiográficas no diagnóstico final. Anais X Congresso Brasileiro de Estomatologia; 1-5 de julho 2002; Curitiba, Brasil. Curitiba, SOBE; 2002.

5.12. Trabalhos Acadêmicos (Teses e Dissertações)
Ferreira LA. Ser mãe no mundo com o filho que sofreu queimaduras: um estudo compreensivo [tese]. Ribeirão Preto: Escola de Enfermagem da USP; 2006.

Artigos Cientí­ficos

Polí­tica padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.