A atuação do coletivo feminista Marielle Franco e o impacto na saúde mental de suas integrantes durante a pandemia da COVID-19

Autores

  • Maria Eduarda Amorim Isidro Lins
  • Giovanna Raquel Sena Menezes
  • Priscilla Maria de Castro Silva

DOI:

https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i63p5476-5487

Palavras-chave:

Feminismo, COVID-19, Estudantes

Resumo

Objetivo: Analisar o impacto das ações realizadas no Coletivo Feminista Marielle Franco para a promoção da saúde mental de universitárias durante a pandemia da COVID-19. Método: Tratou-se de uma pesquisa-ação realizada com discentes dos cursos de Enfermagem e Psicologia da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Os encontros do Coletivo aconteceram de forma remota de abril a junho de 2020. Para coleta dos dados utilizou-se um roteiro de entrevista semiestruturada, e analiticamente o modelo categorial temático proposto por Bardin. Resultados: Emergiram como categorias-temáticas: 1. Perspectivas apontadas sobre gênero na vivência do Coletivo Feminista durante a pandemia da COVID-19; 2. A atuação do Coletivo Feminista durante a pandemia da COVID-19 e sua articulação com a saúde mental das integrantes. Conclusão: As ações do coletivo desenvolvidas de forma remota durante a pandemia foram exitosas ao oportunizar um espaço acolhedor às demandas das estudantes, promovendo a saúde mental e a formação de uma rede de apoio para as mulheres.

Biografia do Autor

Maria Eduarda Amorim Isidro Lins

Graduanda do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Campina Grande -UFCG- PB.

Giovanna Raquel Sena Menezes

Graduanda do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Campina Grande -UFCG- PB.

Priscilla Maria de Castro Silva

Doutora em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal da Paraíba (PPGENF/UFPB), Mestre em Enfermagem pelo PPGENF/UFPB. Especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela FIP. Bacharela e Licenciada em Enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), atualmente é docente do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Campina Grande (CCBS/UFCG).

Publicado

2021-04-06

Como Citar

Amorim Isidro Lins, M. E. ., Sena Menezes, G. R. ., & de Castro Silva, P. M. (2021). A atuação do coletivo feminista Marielle Franco e o impacto na saúde mental de suas integrantes durante a pandemia da COVID-19. Saúde Coletiva (Barueri), 11(63), 5476-5487. https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i63p5476-5487

Edição

Seção

Artigos Científicos