Análise do percentual de desperdício do leite humano e de fórmulas infantis em serviço de neonatologia

Autores

  • Letícia Costa Ferreirra
  • Ana Verônica Dantas de Carvalho
  • Juliana Dantas de Araújo Santos Camargo
  • Anna Christina do Nascimento Granjeiro Barreto
  • Edienne Rosângela Sarmento Diniz
  • Maria do Livramento Silva Bitencourt

DOI:

https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i61p4898-4905

Palavras-chave:

Leite materno, Fórmulas infantis, Desperdício de alimentos

Resumo

Objetivo: avaliar o desperdício de leite materno e fórmula infantil em serviço de neonatologia. Método: estudo transversal, realizado no período de junho a dezembro de 2019 em uma maternidade escola de Natal-RN. A análise descritiva das variáveis contínuas foi realizada pela mediana e percentis. Para as variáveis categóricas a análise foi realizada por meio de frequências absolutas e relativas. Foi aplicado o teste de Mann-Whitney e o teste Qui-quadrado. Resultado: houve maior desperdício de fórmula infantil na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (p < 0,01) e a justificativa mais comum para o não aproveitamento da fórmula foi a necessidade de procedimento nos neonatos. Conclusão: considerando a importância do leite materno e fórmula infantil para os recém-nascidos hospitalizados nas unidades estudadas, alertamos que se faz necessário um maior controle das distribuições dessas dietas em função do impacto na saúde infantil e nos custos hospitalares.

Biografia do Autor

Letícia Costa Ferreirra

Especialista, nutricionista, residente do Programa de Residência Multiprofissional em Intensivismo Neonatal da Maternidade Escola Januário Cicco – MEJC/UFRN, Natal/RN.

Ana Verônica Dantas de Carvalho

Mestre, nutricionista da Maternidade Escola Januário Cicco – MEJC/UFRN, Natal/RN.

Juliana Dantas de Araújo Santos Camargo

Mestre, estatística da Maternidade Escola Januário Cicco – MEJC/UFRN, Natal/RN.

Anna Christina do Nascimento Granjeiro Barreto

Doutora, médica intensivista da Maternidade Escola Januário Cicco – MEJEC/UFRN, Natal/RN.

Edienne Rosângela Sarmento Diniz

Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFRN, enfermeira intensivista neonatal da Maternidade Escola Januário Cicco – MEJC/UFRN, Natal/RN.

Maria do Livramento Silva Bitencourt

Mestre, enfermeira do Hospital Universitário Lauro Wanderley, UFPB/EBSERH.

Publicado

2021-02-01

Como Citar

Costa Ferreirra , L. ., Dantas de Carvalho , A. V. ., Dantas de Araújo Santos Camargo, J. ., do Nascimento Granjeiro Barreto , A. C. ., Sarmento Diniz , E. R. ., & do Livramento Silva Bitencourt , M. . (2021). Análise do percentual de desperdício do leite humano e de fórmulas infantis em serviço de neonatologia. Saúde Coletiva (Barueri), 11(61), 4898-4905. https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i61p4898-4905

Edição

Seção

Artigos Científicos