Edentulismo a partir de uma Análise Epidemiológica

Autores

  • Enoque Fernandes de Araújo
  • Manoela Capla Vasconcellos dos Santos da Silva
  • Wanderley Fernandes de Araújo
  • Pedro Fernandes de Araújo
  • Rafaela de Araújo Silva
  • Margarida Fernandes de Araújo

DOI:

https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i61p4838-4847

Palavras-chave:

Arcada Edêntula, Saúde Bucal, Epidemiologia

Resumo

Objetivo: analisou-se a prevalência de edentulismo e fatores associados em pacientes atendidos na Clínica Escola de odontologia em um Centro Universitário privado de João Pessoa – PB. Método: trata-se de um estudo descritivo, de natureza qualitativa, transversal realizado no período de agosto de 2017 até dezembro de 2019. O instrumento foi prontuários clínicos. O total da amostra foi 236 prontuários. Resultados: houve prevalência do sexo feminino (65%), faixa etária de cinquenta anos ou mais (36,9%), casados (51,6%), com renda mensal entre 501 e 1500 reais (43,1%), escolaridade fundamental incompleto (28,6%), última ida ao dentista a pelo menos 1 ano (53,7%), não fumantes (71,1%), faz higiene bucal 2 vezes ao dia (60,2%). Conclusão: Os pacientes apresentam variáveis socioeconômicas e comportamentais significativamente diferentes (p<0,01), logo, a perda dentária está associada a diversos fatores que acometem a saúde bucal e influenciam diretamente na qualidade de vida.

Biografia do Autor

Enoque Fernandes de Araújo

Cirurgião-dentista. Filósofo. Teólogo. Mestrando em Saúde Coletiva pela FOP-UNICAMP. Habilitado em Odontologia Hospitalar. Especialista Gestão Pública em Saúde.

Manoela Capla Vasconcellos dos Santos da Silva

Cirurgiã-dentista. Mestre e Doutora pela FOP-UNICAMP. Professora do Departamento de Prótese Dentária do Centro Universitário UNIESP-PB.

Wanderley Fernandes de Araújo

Discente do Curso de Medicina do Centro Universitário UNIFACISA-PB. Educador Físico.

Pedro Fernandes de Araújo

Enfermeiro. Especialista em Enfermagem do Trabalho. Enfermagem em Unidade de Terapia Intensivo-UTI. Gestão da Atenção Básica e Redes Microrregionais de Saúde.

Rafaela de Araújo Silva

Advogada. Especialista em Direito do Trabalho e Previdenciário.

Margarida Fernandes de Araújo

Enfermeira. Especialista em Enfermagem do Trabalho.

Publicado

2021-02-01

Como Citar

Fernandes de Araújo , E. ., Capla Vasconcellos dos Santos da Silva , M. ., Fernandes de Araújo , W. ., Fernandes de Araújo , P. ., de Araújo Silva , R. ., & Fernandes de Araújo , M. . (2021). Edentulismo a partir de uma Análise Epidemiológica. Saúde Coletiva (Barueri), 11(61), 4838-4847. https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i61p4838-4847

Edição

Seção

Artigos Científicos