Riscos e vulnerabilidades dos trabalhadores motociclistas durante a pandemia da COVID-19 no Brasil

Autores

  • Fernanda Pereira da Silva
  • Filipe Pinto de Oliveira
  • Letícia Amaral Shizue Suassuna
  • Marília Leite de Menezes
  • Roberta Guerra de Brito Oliveira Lima
  • Cleyton Cézar Souto Silva

DOI:

https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i61p4798-4807

Palavras-chave:

Riscos ocupacionais, Infecções por Coronavirus, Saúde do Trabalhador

Resumo

Objetivo: destacar os riscos e vulnerabilidades aos quais os motoboys estão submetidos em razão da profissão, no período da pandemia da COVID-19. Metódo: artigo de revisão de literatura circustanciado pela reflexão mediante análise de artigos científicos presentes na SciELO e PubMed, legislações e boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde do Brasil entre maio/junho de 2020. Resultado: cerca de 17 milhões de trabalhadores motoboys possuem renda advinda dos aplicativos de entrega rápida. Esse tipo de trabalho caracteriza-se cada vez mais como alternativa para o desemprego em um mercado exigente, razão pela qual ocorre a desvalorização desta atividade. No contexto da COVID-19, o serviço de delivery cresceu exponencialmente, tornando indispensável o trabalho dos motociclistas frente aos riscos de contaminação pela crescente pandemia. Conclusão: a precarização das condições de trabalho e a terceirização do ofício dos motoboys se agravaram significativamente no atual contexto, juntamente com os riscos de transmissão e contaminação pela COVID-19.

Biografia do Autor

Fernanda Pereira da Silva

Acadêmica do curso de Medicina. Faculdade de Medicina Nova Esperança.

Filipe Pinto de Oliveira

Acadêmico–– do curso de Medicina. Faculdade de Medicina Nova Esperança.

Letícia Amaral Shizue Suassuna

Acadêmica do curso de Medicina. Faculdade de Medicina Nova Esperança.

Marília Leite de Menezes

Acadêmica do curso de Medicina. Faculdade de Medicina Nova Esperança.

Roberta Guerra de Brito Oliveira Lima

Acadêmica do curso de Medicina. Faculdade de Medicina Nova Esperança.

Cleyton Cézar Souto Silva

Professor/Orientador. Doutor em Enfermagem na Atenção a Saúde. Mestrado Profissional em Saúde da Família. Faculdade de Enfermagem e Medicina Nova Esperança.

Publicado

2021-02-01

Como Citar

Pereira da Silva, F., Pinto de Oliveira, F. ., Amaral Shizue Suassuna, L. ., Leite de Menezes, M. ., Guerra de Brito Oliveira Lima, R. ., & Souto Silva, C. C. . (2021). Riscos e vulnerabilidades dos trabalhadores motociclistas durante a pandemia da COVID-19 no Brasil. Saúde Coletiva (Barueri), 11(61), 4798-4807. https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i61p4798-4807

Edição

Seção

Artigos Científicos