Representações sociais de enfermeiras sobre a saúde do campo

Autores

  • Jones Sidnei Barbosa de Oliveira
  • Renata Cordeiro Domingues
  • Cleuma Sueli Santos Suto
  • Marta Maria Francisco
  • Ivana Santos Pinto
  • Eliana do Sacramento de Almeida

DOI:

https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i60p4664-4675

Palavras-chave:

Enfermagem em Saúde Comunitária, Saúde da Família, População rural, Pesquisa qualitativa, Enfermagem

Resumo

Objetivo: analisar as representações sociais de enfermeiras da Estratégia de Saúde da Família sobre a saúde do campo. Método: trata-se de estudo exploratório, qualitativo, ancorada na teoria das representações sociais, realizado com 11 enfermeiras que atuam em saúde da família de comunidades rurais. Para coleta de dados utilizou-se entrevista semi-estruturada, e para organização e processamento, o software Iramuteq. Optou-se por utilizar a árvore de similitude e a nuvem de palavras. Resultados: as representações das enfermeiras relaciona-se diretamente com os problemas e carências vivenciados na prática do serviço e centram-se na dificuldade de acesso da população à unidade e serviços de saúde. Reconhecem a importância da sua atuação na saúde do campo e das relações dialógicas e das diferenças históricas entre o rural e o urbano. Conclusão: as representações ancoram-se nas necessidades de saúde de populações rurais e demandam um árduo trabalho da Estratégia de Saúde da Família.

Biografia do Autor

Jones Sidnei Barbosa de Oliveira

Enfermeiro. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Especialista em Saúde da Família com ênfase nas Populações do Campo, Modalidade Residência Multiprofissional pela Universidade de Pernambuco – UPE.

Renata Cordeiro Domingues

Enfermeira. Mestre em Saúde Pública pelo Instituto Aggeu Magalhães - FIOCRUZ.

Cleuma Sueli Santos Suto

Doutora em Enfermagem e Saúde pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Professora da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Campus VII.

Marta Maria Francisco

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE.

Ivana Santos Pinto

Enfermeira. Especialista em Clínica da Pessoa e da Família, Modalidade Residência Multiprofissional pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública – EBMSP.

Eliana do Sacramento de Almeida

Enfermeira. Mestre em Educação e Diversidade pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB. Professora da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Campus VII.

Publicado

2021-01-05

Como Citar

Barbosa de Oliveira, J. S. ., Cordeiro Domingues, R. ., Santos Suto, C. S. ., Francisco, M. M. ., Santos Pinto, I. ., & do Sacramento de Almeida, E. . (2021). Representações sociais de enfermeiras sobre a saúde do campo. Saúde Coletiva (Barueri), 11(60), 4664-4675. https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2021v11i60p4664-4675

Edição

Seção

Artigos Científicos