Fatores que interferem na realização do aleitamento materno exclusivo

Autores

  • Andressa de Oliveira Rios Pereira
  • Raquel de Menezes Ferreira
  • Fernanda Marcelino de Rezende e Silva
  • Karla Amaral Nogueira Quadros
  • Regina Consolação dos Santos
  • Silmara Nunes Andrade

DOI:

https://doi.org/10.36489/nursing.2021v24i274p5401-5418

Palavras-chave:

Aleitamento materno, Cuidado da criança, Lactação, Leite humano, Alimentação artificial

Resumo

Objetivo: compreender a importância do aleitamento materno exclusivo (AME) e identificar os fatores que dificultam esse processo. Método: trata-se de uma revisão sistemática. As bases de dados consultadas foram a Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências de Saúde, a Base de Dados Bibliográficos Especializada na Área de Enfermagem, a Medical Literature Analysis and Retrieval System Online e a Scientific Electronic Library Online. Resultados: a pesquisa resultou em 28 artigos, dos quais 11 atendiam a este estudo. A maioria dos fatores encontrados nos resultados (5) apresentou como fator de risco o uso de mamadeiras, a alimentação complementar e as chupetas; seguidos do grau de escolaridade das mães e de fatores socioeconômicos (4); do estado emocional das mães, do tipo de parto, de mães que trabalham fora e da falta de preparo dos profissionais (3). Outros fatores apareceram em menor ocorrência. Conclusão: o êxito do AME se faz com uma abordagem holística e efetiva dos profissionais de Enfermagem em todas as etapas da gestação: a concepção, o pré-natal e o puerpério.

Biografia do Autor

Andressa de Oliveira Rios Pereira

Graduanda em Enfermagem, Universidade do Estado de Minas Gerais, Minas Gerais, Brasil.

Raquel de Menezes Ferreira

Graduada em Enfermagem, Universidade do Estado de Minas Gerais, Minas Gerais, Brasil.

Fernanda Marcelino de Rezende e Silva

Mestre em Enfermagem pela UFMG, Docente e Coordenadora do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Estado de Minas Gerais. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade de Itaúna (UIT).

Karla Amaral Nogueira Quadros

Enfermeira. Mestre em Educação, Cultura e Organização Social pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Minas Gerais, Brasil. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Unidade Divinópolis.

Regina Consolação dos Santos

Enfermeira. Mestre em Ciência pela Universidade Federal de São João Del Rei, Campus Centro Oeste Dona Lindu UFSJ - (CCO). Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Unidade Divinópolis.

Silmara Nunes Andrade

Enfermeira. Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de São João Del Rei, Campus Centro Oeste Dona Lindu UFSJ - (CCO). Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Unidade Divinópolis.

Publicado

2021-03-01

Como Citar

de Oliveira Rios Pereira , A. ., de Menezes Ferreira, R. ., Marcelino de Rezende e Silva , F. ., Amaral Nogueira Quadros, K. ., Consolação dos Santos, R. ., & Nunes Andrade, S. . (2021). Fatores que interferem na realização do aleitamento materno exclusivo. Nursing (São Paulo), 24(274), 5401-5418. https://doi.org/10.36489/nursing.2021v24i274p5401-5418

Edição

Seção

Artigos Científicos